Saúde inicia qualificação para fortalecer as coberturas vacinais na Paraíba

Saúde inicia qualificação para fortalecer as coberturas vacinais na Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) deu início ao Programa de Bolsas de Aperfeiçoamento com foco na imunização. A abertura foi nesta quinta-feira (30), no auditório da Escola de Saúde Pública da Paraíba (ESP-PB), com o acolhimento aos bolsistas selecionados por meio de edital. A iniciativa visa qualificar 32 enfermeiros com experiência em vacinação, para atuar no apoio às gerências de saúde com foco na melhoria das coberturas vacinais da Paraíba.  

A qualificação, idealizada em fevereiro deste ano, é uma das ações estaduais para fortalecer a imunização contra as doenças preveníveis com vacinas. De acordo com a secretária estadual de Saúde, Renata Nóbrega, a SES hoje não trabalha apenas com foco na assistência dos agravos e rede especializadas, mas também direciona esforços para a prevenção de doenças, consequentemente as vacinas são parte importante deste trabalho. Para este programa de qualificação, foram direcionados R$ 300 mil em recursos próprios.

“Nós precisamos resgatar as coberturas vacinais que estão caindo em todo o país nos últimos anos e na Paraíba não é diferente. Nosso intuito é qualificar estes profissionais para que eles estejam aptos a capacitar os profissionais dos municípios sobre as vacinas, pois estas protegem a população de doenças e ajudam a reduzir as internações. As vacinas são seguras e salvam vidas”, ressalta a secretária.

Os profissionais que compõem o Programa atuarão no suporte às Gerências Regionais de Saúde com estratégias de mobilização e fortalecimento do conhecimento geral sobre a importância das vacinas. Um dos bolsistas que inicia a qualificação é a enfermeira Joseane Cavalcanti, do município de Sapé. Para ela, é uma oportunidade de aperfeiçoar os conhecimentos e ajudar na capacitação de outros profissionais.

“Eu trabalhei minha vida toda com imunização e esse curso vem a contribuir sobre o conhecimento a respeito das doenças imunopreveníveis. E eu me sinto motivada a contribuir também, porque eu acredito que nós podemos melhorar as boas práticas de imunização e trazer o conhecimento para quem lida com a vacinação sobre o cuidado com as vacinas até chegar no usuário”, explica a enfermeira.

O programa completo tem a duração de 6 meses e contempla a qualificação e atuação destes profissionais nas gerências. Os bolsistas precisarão colocar em prática estratégias de fortalecimento à vacinação, capacitar equipes de imunização, além de confeccionar relatórios e análises a respeito dos índices de cobertura vacinal.

O Programa Nacional de Imunização (PNI) oferta vacinas gratuitas para mais de 30 doenças. Só o calendário de vacinação contempla 48 imunobiológicos, entre vacinas, imunoglobulinas e soros. Nessa quarta-feira (29), foi lançada pelo Ministério da Saúde a campanha “Vacina Mais” para incentivar a atualização de cadernetas de vacinação e melhora na cobertura vacinal. A iniciativa coincide com os esforços estaduais para o fortalecimento das mobilizações a respeito da vacinação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Instagram
WhatsApp